História do NEB

Ana Sousa Manso

Ana Manso

2005/2006

 

Inspirada pelo NET (Núcleo de Engenharia do Território), então com 10 anos, a Ana Manso começou a perceber que o que nos faltava era um núcleo de alunos do curso que dinamizasse atividades como: jornadas, debates, visitas de estudo, estágios e que em torno à organização de tudo isso se unisse. Em 2004/2005, juntou-se a vários colegas de Engenharia Biológica e começaram a delinear os primeiros estatutos, a desenhar o primeiro logo, a criar as primeiras ideias, a falar com professores e a estabelecer contactos com o mundo exterior. Entre as maiores atividades que organizaram no primeiro ano de funcionamento (2005/2006) encontram-se as I Jornadas de Engenharia Biológica (IST), Tertúlias com temas como “Bioética”, “Biogenéricos” e “Bolsas e bolseiros” e Visitas de estudo à Danone, ao Instituto Ricardo Jorge e à Compal.

Como muitos dos membros do NEB faziam também parte do do GASIST (o Grupo de Ação Social do IST), foram ainda desenvolvidas algumas atividades de voluntariado, nomeadamente em apoio ao estudo em bairros carenciados de Lisboa,  juntamente com colegas de outros cursos.

 

Inês Isidro

2006/2007

Inês Isidro
Daniel Guedelha

Daniel Guedelha

2007/2008

 

Durante o quarto ano do NEB, a então direcção foi responsável pela legalização do NEB enquanto núcleo oficial do IST e o Daniel Guedelha, presidente neste mandato, contribuiu ainda com o seu testemunho para a acreditação do curso de Engenharia Biológica para a implementação de Mestrado Integrado (Bolonha).

Nesse mesmo ano foram ainda convidados e recebidos, pela primeira vez, alunos de outras universidades nas jornadas do curso, algo crucial para que fosse fomentada a partilha de experiência de alunos de diversas instituições com a mesma área, foi também organizado um Jantar de Gala que juntou o, na altura, Departamento de Engenharia Química e Biológica – DEQB e foram feitas sessões de esclarecimento no âmbito de programas de Erasmus e estágios.

Ana Catarina Martinho

2008/2009

 

No mandato de 2008/2009, foram realizadas as Jornadas de Engenharia Química e Biológica, na altura JEQB, que duraram 1 semana (2 dias para Eng. Biológica, 1 dia para visitas de estudo e churrasco e 2 dias para Eng. Química).

De entre muitas outras actividades e visitas de estudo, é de destacar a iniciativa “Querido Mudei a Torre”, realizada conjuntamente com o NEQ, onde se sugeriu aos utilizadores da torre que fizessem sugestões de melhorias, acabando por serem implementadas algumas medidas, tais como colocar cabides nas portas das casas de banho, que até à altura não existiam.

Ana Catarina Martinho
Pedro Lemos

Pedro Lemos

2009/2010

 

No mandato de 2009/2010, a Direcção da qual o Pedro Lemos era presidente levou a cabo a organização das JEQB 2010 e deu continuidade aos projectos até então desenvolvidos.

Este ano pautou-se pela reforma e reposicionamento do Núcleo mais próximo dos alunos do curso, sendo criado um e-mail de contacto para questões administrativas e para que os estudantes pudessem fazer chegar a sua opinião mais facilmente ao NEB.

Catarina Seita

2010/2011 e 2011/2012

 

No mandato  de 2010/2011, foi criada a barraquinha BioDrinks no Arraial do Técnico, que se mantém até hoje.

Nesse mesmo ano tiveram lugar as JEQB, tendo sido a última edição das jornadas organizadas em conjunto com Engenharia Química.

No segundo mandato da Catarina Seita, foi realizado o primeiro BIOEXIT, o qual consistiu num fim de semana de convívio para os alunos de Biológica e feitas as primeiras sweatshirts de Engenharia Biológica com o antigo logotipo do IST.

Neste ano foi ainda organizado um dos maiores projectos do Núcleo de Engenharia Biológica até aos dias de hoje: os PEN (Programa de Estágios do NEB), o programa de estágios nas férias de verão que foi ganhando cada vez maior dimensão e deu origem ao que hoje são os IST Summer Internships, agora com a participação dos diversos núcleos do IST.

Catarina Seita
Sara Mesquita

Sara Mesquita

2012/2013

 

Em 2012, no mandato da Sara Mesquita, para além de continuar com as actividades até então implementadas, como a barraquinha BioDrinks no Arraial, o BioExit, Jantar de Gala e Jornadas de Engenharia Biológica, JEB, o NEB organizou ainda, pela primeira vez, torneios com os cursos de Engenharia Química e Engenharia Biomédica, de maneira a fomentar a relação entre os colegas de diferentes áreas no IST.

Nesse mesmo ano, foram feitas sweats do Mestrado Integrado em Engenharia Biológica com o novo logótipo do IST e os PEN ganharam uma dimensão surpreendente, passando de menos de 10 vagas para 75, com o grande esforço e dedicação do então coordenador do projecto e Tesoureiro, Emanuel Lopes.

Ricardo Caroço

2013/2014

 

Durante o seu mandato, o Ricardo e a restante direcção foram responsaveis pela restruturação do NEB, que terá adoptado uma estrutura bastante mais horizontal, com a criação de departamentos e grupos de trabalho e realizou-se, pela primeira vez, uma Reunião de Angariação de Colaboradores, o que contribui para o aumento da comunidade envolvida neste projecto.

Neste ano, foi ainda criado o ciclo de conferências Link To e o tão conhecido BEC (Biological Engineering Challenge), desafio cujo objectivo é avaliar os conhecimentos adquiridos ao longo do curso de Engenharia Biológica e premiar as melhores duplas.

O Ricardo Caroço, enquanto presidente em funções e até depois do seu mandato, foi um elemento crucial na implementação do Programa IST Summer Internships enquanto um programa de estágios de verão que pretende contar com a colaboração dos demais núcleos do IST na angariação de vagas de estágio para os estudantes.

Para além dos IST SI, esta direcção impulsionou ainda o projecto SBE, isto é, a realização das Jornadas dos cursos do Departamento de Bioengenharia numa só semana, Semana da Bioengenharia.

Ricardo Caroço
Miguel Príncipe

Miguel Príncipe

2014/2015

 

O 9º ano de existência do NEB, foi marcado pela organização da primeira Semana da Bioengenharia, que contou com a parceria dos cursos de Engenharia Biológica, Engenharia Biomédica e os Mestrados de Biotecnologia e Microbiologia naquela que seria a primeira semana de palestras e visitas de estudo dedicada inteiramente aos alunos destas 4 áreas.

Foram ainda realizadas visitas de estudo, como à Fábrica da Nestlé de Avanca, e o prémio do Biological Engineering Challenge foi alargado aos segundos e terceiros classificados, que puderam também contar com vagas em cursos de verão em cidades europeias.

No ano de 2015 foram implementados os IST Summer Internships e, pela primeira vez, as vagas de estágios angariadas pelo NEB englobaram oportunidades no estrangeiro.

Catarina Neves

2015/2016

A Direcção presidida pela Catarina Neves teve o prazer de celebrar o 10º aniversário do NEB através de uma cerimónia que, pela primeira vez, reuniu alunos, professores e alumni, entre os quais antigos dirigentes do Núcleo. Esta comemoração contou com a partilha de experiências dos antigos alunos do curso e impulsionou o maior contacto dos mesmos com a nova geração de Engenheiros Biológicos.  

Este décimo mandato foi ainda marcado pela criação do NEB enquanto um grupo de estudantes independente, fora do abrigo da AEIST, o que constituiu um passo irreverente não só na história do Núcleo, mas também por parte da Direcção e Coordenação vigentes que tomaram responsabilidade na criação de estatutos próprios e do Regulamento Interno.

Para além de ter dado continuidade aos eventos Ciclo de Workshops, BEC, Concurso de Fotografia, Exposições de Arte, entre outros, e apoiar o desenvolvimento dos IST SI e SBE, ao longo do ano 2015/2016 o NEB contou também com uma maior aposta nas redes sociais, com a criação de vídeos, com a iniciativa Humans of NEB e partilha de testemunhos do Banco de Voluntários.

Catarina Neves